Comunicado da Presidência do STJ


​​​O Superior Tribunal de Justiça (STJ) informa que o restabelecimento dos sistemas de informática do tribunal está em andamento e teve importantes progressos nesta segunda-feira (9).

O Sistema Justiça e suas funcionalidades foram restaurados, bem como o Sistema Justiça Web – ambos são sistemas essenciais para a retomada dos julgamentos e das sessões de julgamentos no STJ. Nos próximos dias, haverá a estabilização dos módulos para que eventuais falhas momentâneas sejam corrigidas.

O calendário de sessões do STJ está mantido, podendo ser realizadas as sessões de julgamento colegiados a critério dos presidentes das turmas e seções. O plantão judicial, exercido nos últimos dias pela Presidência, encerra-se hoje (9), com os prazos voltando a correr nesta terça-feira, dia 10, nos termos da Resolução 25/2020, do Presidente do STJ, além da retomada da distribuição de processos aos ministros.

A Central do Processo Eletrônico (CPE) foi disponibilizada nesta tarde na página estática que substitui provisoriamente o Portal do STJ (www.stj.jus.br). Por meio do acesso, advogados podem voltar a consultar os processos eletrônicos e demais serviços, como peticionamento eletrônico. Os próximos serviços a serem restabelecidos na página do STJ serão a Consulta Processual, a Consulta de Jurisprudência e o Diário da Justiça eletrônico (DJe).

Outros sistemas, bem como o serviço de telefonia, seguem sendo retomados de forma gradual.

As caixas de e-mails já estão sendo utilizadas com segurança através do Office 365. Os ministros, servidores, terceirizados e estagiários foram orientados a realizar as trocas de senhas como reforço na segurança das identidades de acesso, com procedimentos necessários de dupla autenticação para uso dos sistemas. Alertado pela Polícia Federal sobre a possibilidade de novas investidas dos criminosos contra sistemas de órgãos públicos brasileiros, o STJ está vigilante para necessidade de cautela neste momento.

Até o dia 15 de novembro, os usuários terão acesso ao serviço de RDS (acesso remoto), que permite a utilização dos sistemas do STJ pela web – está é uma das principais ferramentas que vem viabilizando o trabalho remoto durante a pandemia.

O restabelecimento dos sistemas está sendo executado pela equipe da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do STJ e das empresas Microsoft e Atos, com o apoio do Comando de Defesa Cibernética do Exército brasileiro. Cabe salientar a magnitude do trabalho desta equipe na última semana – foi necessária a criação de um novo ambiente para o carregamento dos dados – estes, integralmente preservados no backup – com os cuidados para blindar ao máximo a infraestrutura.

Ministro Humberto Martins

Presidente do STJ/CJF

Posted in Notícias - Caposoli Advocacia.