Tribunal lança vídeo sobre atuação da Ouvidoria


​​​Nos últimos anos, a ouvidoria deixou de ser apenas um canal de reclamações para se tornar um importante instrumento de defesa dos direitos dos cidadãos e de melhoria dos serviços públicos.

Para assinalar a passagem do Dia do Ouvidor, comemorado nesta terça-feira (16), o Superior Tribunal de Justiça lançou em sua págin​a no rn YouTube um vídeo institucional sobre o trabalho desenvolvido pela Ouvidoria do STJ – que, no ano passado, recebeu 5.878 demandas.

rn 


rn

​Encarregada de processar as dúvidas, críticas, sugestões e denúncias enviadas por cidadãos de todo o país, a Ouvidoria do STJ tem a missão de promover o diálogo entre a sociedade e o tribunal. Em 2020, o índice de demandas solucionadas alcançou 96,36%.

Para o presidente do STJ, ministro Humberto Martins, "o Tribunal da Cidadania tem, em sua Ouvidoria, a principal porta de entrada para a sociedade brasileira participar ativa e democraticamente da administração do sistema de Justiça".

A ouvidora auxiliar da corte, Tatiana Estanislau, esclarece que as pessoas interessadas em encaminhar suas manifestações à unidade podem entrar no site do tribunal, acessar a página da Ouvidoria, fazer um cadastro e enviar a demanda por meio de formulário eletrônico. No Disque Cidadania (61 3319-8888), o cidadão pode deixar uma mensagem gravada e informar o e-mail para resposta. Se preferir, também pode mandar uma carta (clique rn aqui para conhecer todos os canais).

De acordo com a ouvidora auxiliar, a Ouvidoria não presta assistência jurídica nem trata de questões relacionadas a outros tribunais ou órgãos públicos. "Servidores e colaboradores também podem procurar a Ouvidoria do STJ para apresentar as suas demandas. Todas as manifestações são cadastradas e classificadas; cada caso recebe tratamento individualizado e sigiloso, preservando a identificação do usuário. Há também a possibilidade de acompanhar a resposta pela internet", acrescentou.

rn Leia também:

rn rn Média anual de demandas solucionadas pela Ouvidoria do STJ é superior a 95%

Posted in Notícias - Caposoli Advocacia.